Talentos Desperdiçados

Muitos cristãos consideram a passagem de Israel do Egito para a Terra Prometida uma perfeita analogia com a saída de nossas vidas do sistema desse mundo para os céus. Essa analogia é muito válida e muito boa até para analisarmos uma questão por vezes ignorada. Quando Israel saiu do Egito, antes de sua partida ocorreu um fato inusitado: os egípcios, com muito temor, deram aos israelitas tesouros inumeráveis, por decreto do próprio Deus (conf. Êxodo 11:2 e 3 e 12:35 e 36). Aquele tesouro era, sim, para os enriquecer, mas tinha um intuito muito sublime: a gratidão à Deus. No deserto, no sopé do Monte Horebe (Sinai), Deus ordenou ao povo que desses tesouros eles construissem para Ele mesmo um tabernáculo, para ser o local onde ele se relacionaria com eles (Êxodo 35:4-35). Dos tesouros que outrora eram dos egípcios os israelitas deram do melhor, em tamanha quantidade que Moisés teve de pedir ao povo para interromper a contribuição (Êxodo 36:5-7).

O que isso pode ensinar de lição a nós? Quantas vezes por pura religiosidade temos desperdiçado os tesouros adquiridos em nossa velha vida, nossos talentos humanos, experiências e outros atributos que poderiam ser plenamente úteis na obra do Senhor? Pois é, nós temos desprezado os tesouros dos egípcios por simplesmente considerar os mesmos impuros para doar ao Senhor. Não sabemos o quanto podemos pagar caro por nossa omissão.

Em Josué aprendemos sobre o momento da invasão à cidade de Jericó, e como ela foi oferecida em anátema ao Senhor, devendo todos os despojos serem destruídos como holocausto ao Senhor, EXCETO os objetos de metal, mas mesmo esses eram exclusivamente para serem depositados junto ao tabernáculo como oferta direta da casa do tesouro divino (Js. 6:17-19). Porém Acã, insensatamente, não só tomou dos despojos para si, como ainda se apossou de dois quilos e 400 g de prata e mais uma barra de ouro de 600 gramas e ESCONDEU debaixo de sua tenda (Js. 7:20-22). Quando escondemos o tesouro que é consagrado a Deus, podemos sofrer cruelmente, independente do motivo: ganância, soberba ou a mais pura religiosidade.

O servo mau e negligente da parábola dos dez talentos, ao se justificar de seu ato de esconder o talento invés de investi-lo na obra do seu senhor, disse q sabia ser seu senhor homem severo que "colhia onde não plantou" e "juntava onde não semeou", querendo com isso até mesmo dizer-se justo e seu senhor - pasmem - culpado (Mateus 25:24-25). Religiosidade. Ela é tão mortal que chega a ser capaz de criticar quando o próprio Deus decide colher-nos numa plantação que outrora não foi dele, e juntar os nossos talentos humanos desenvolvidos em lugares que Ele "não semeou". O preço pago por esse que escondeu seu talento dado como empréstimo pelo seu Senhor foi caro (versículos 28 ao 30), porque aos que têm investido seus talentos em Deus, terão como recompensa muito mais, mas aqueles que escondem seu talento, seja pelo motivo que for, até o que acha que tem deixará de ter.

Memorando, parte 7 - a Árvore



Domingo. Ibirapuera cheio. Você vai e tira algumas fotos a esmo. Aí você percebe que uma delas tem uma mensagem escondida. 

Preste atenção na árvore. Grande, imponente, se destacando entre as demais. Agora, veja as pessoas. Famílias, crianças, jovens, adultos... Todos aproveitando o descanso, a comunhão, a vida ao redor dessa árvore. 

Impossível não olhar pra essa imagem, e não ter um vislumbre da eternidade. Onde estaremos todos aos pés da Árvore da Vida, em comunhão com o Criador e Doador da vida, e com todos aqueles que creram no Evangelho eterno, atravessando séculos e séculos de existência. 

Obrigado, Eterno. Tenho pedido pra Te ver. E eu pude Te encontrar no meio do Parque do Ibirapuera.

Memorando, parte 6: o que fazer com Jesus Cristo?



'A idéia de um grande mestre moral dizendo o que Cristo disse está fora de cogitação. Em minha opinião, a única pessoa que pode dizer aquele tipo de coisa é ou Deus, ou um completo lunático sofrendo daquela forma de ilusão que solapa toda a mente do homem.

As coisas que Ele diz são muito diferentes das que qualquer outro mestre disse. Outros dizem: “Esta é a verdade sobre o Universo. É por este caminho que deveríeis ir”, mas Ele diz: “Eu sou o Caminho, e a Verdade, e a Vida”. Ele diz: “Nenhum homem pode alcançar a realidade absoluta, a não ser por Mim. Se tentares reter tua própria vida, serás inevitavelmente arruinado. Dá de ti mesmo, e serás salvo”.

Ele diz: “Se te envergonhas de Mim, se, quando ouves este chamado, tu te voltas para o outro lado, Eu também olharei para o outro lado quando voltar como Deus, sem disfarce. Se algo está te afastando de Deus e de Mim, o que quer que seja, lança isso fora. Se é teu olho, arranca-o. Se é tua mão, decepa-a. Se te colocares em primeiro lugar, serás o último.

Venham a Mim todos os que carregam um fardo pesado, e Eu consertarei esse problema. Teus pecados, todos eles, são apagados, Eu posso fazer isso. Eu sou Renascimento, Eu sou Vida. Come-Me, bebe-Me, Eu sou Tua comida. E, finalmente, não temas, Eu venci o Universo inteiro”. Essa é a questão.'

(extraído de 'O que fazer com Jesus Cristo?' - C. S. Lewis)

Le Penseur 10: Confiar


Confiar é descer a âncora do navio, em meio ao mar revolto.

É colocar o contrário à prova.

É se despir, para que o outro tenha o que vestir, sem se importar se ele vai rasgar a roupa depois.

Só confia aquele que nega os desastres, o suficiente para se viver uma vida livre e leve. 



Le Penseur, 9: Fé - II



Adianta ter fé, sendo que as atitudes são contrárias à crença pessoal? Pode se fazer o bem apenas por fazer?

A fé, elemento metafísico, recebe vida quando nos dedicamos a honrá-la com o melhor de nossas ações. Ter fé em Deus é mais do que uma declaração verbal. É uma ação diária, feita com mãos estendidas, pés que não vacilam, olhares de misericórdia, sorrisos que transbordam amor. Ações que permeiam nosso dia-a-dia, desafiam o impensável, colocam o racionalismo contra a parede e mostram um outro ponto de vista, uma nova forma de se olhar, de se agir, de se crer.

Não basta apenas ter fé. É preciso agir em fé. O Reino espera por isso.

Le Penseur, 8: Exéquias



Quando o último suspiro for dado, lembrarei que o seu legado é o símbolo maior da esperança.

Eu terei sua voz em minha mente. Terei suas forças em meus braços. Terei o seu amor em meu coração.

Serei o que você esperava que fosse. Serei uma extensão de você.

Até o dia em que seremos um só.

Falta do que fazer

Por momentos sinto falta do que fazer
Parece-me que o dia não me vale nada
Que tudo parece mais igual que seis e meia dúzia

Daí eu me lembro dos sorrisos belos que me encantam
Dos "bom dia" que me desejam
Dos cumprimentos e abraços sinceros
Do sol a clarear e até das nuvens de chuva
Das canções de amor e de saudade
Das crianças correndo e brincando de pique-esconde
Das notas dedilhadas num piano de cauda
Da suavidade do vento no litoral batendo em meu rosto
Toda a criação desse planeta como uma sinfonia de amor

Na minha suposta falta do que fazer
Descobri algo que vale muito a pena fazer todo o tempo
Adorar ao Criador de tudo e todos, nosso Deus
Que decidiu fazer todos nós com muito amor e carinho
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Palavras da Verdade

2014 (1) Aborto (4) acepção de pessoas (2) adoração (7) adversidade (1) África (1) amizade (1) amor (15) amor de Deus (11) aniversário (1) ano novo (2) anorexia (1) ansiedade (4) anticristo (1) antropocentrismo (1) Apologética (9) Apologética - Ekklésia (2) Apologia (1) arado (1) Argumento Cosmológico (1) arte (1) artes marciais (1) árvore da vida (1) Assembléia de Deus (1) astrologia (1) ateismo (1) ateísmo (4) atitude (3) ato profético (2) auto-estima (2) banda (1) Banda Envoy (1) batalha espiritual (1) batalhas (1) Beijo (2) bençãos (1) Bíblia (10) bíblico (1) blasfêmia (4) blog (3) boatos (2) brasil (2) C. S. Lewis (1) caminho (2) capitalismo (1) Carnaval (3) Cartas (2) cartas de Paulo (1) casamento (6) casamento homossexual (1) cds (1) Céu (1) chavões (1) Ciência e Fé (1) citações (1) CMFreak (1) coisas da alma (1) Comportamento (5) Confiança em Deus (5) confiar (1) confissão (1) conflitos (2) conforto (1) conhecimento (1) consumismo (4) contenda (3) contexto (1) controle de Deus (5) convicção (1) cordeiro (1) corrupção (1) Cosmovisão (1) Cotidiano (13) crente raimundo (2) crer (1) Criação do mundo (1) crianças (5) crime (1) cristão (8) cristianismo (5) Cristo (6) critica (1) críticas (5) Crônicas Eclesiásticas (1) cruz (4) cultura (1) cura espiritual (1) Davi (1) decepção (1) declarações falsas (1) degradação dos lares (1) democracia (1) Denúncias - Falsas doutrinas (4) dependência de Deus (4) depressão (1) desabafo (2) desafios (1) Desciclopédia (1) desejos carnais (1) desperdício (1) desprezo (2) Destaque (1) Destaques (1) destinos (2) Destruíndo a mentira (4) desviados (1) Deus (16) Devocionais (2) devocional (1) Dia das Crianças (2) diabo (1) dicotomias (1) dinheiro (1) direito animal (1) discussões (1) distorção (1) divisão (3) divórcio (1) dízimo (1) dízimos (1) doutrinas (2) download (6) droga (1) Ebooks (7) Edir Macedo (3) egoísmo (1) Eleições 2010 (2) Eliel Vieira (2) elogios (1) erros (4) escarnecedor (1) escolhas (1) Espírito (1) espiritualidade (6) estilo musical (3) estudos (4) eternidade (1) eu (3) evangelho (13) Evangelicalismo (2) Evangelismo (7) Eventos (2) exegese (1) exéquias (1) Existência de Deus (1) experiências (1) Expiação (1) expressões idiotas (1) extremismo (1) falatório (1) falsa (1) falsos apóstolos (2) Falsos profetas (6) fama e fortuna (1) família (2) fanatismo (2) farisaísmo (9) (9) feiura (2) felicidade (1) feminismo (1) festa (2) Ficha Limpa (1) fidelidade (1) filhos (1) Filosofia (2) Fofoca (7) fogueira santa (1) fome (1) forever alone (4) frases (1) fundamentalismo (6) futuro (2) Garota Cristã (1) Genizah (5) glória apenas a DEUS (4) Gospel (18) graça (5) guerra (1) Hardcore cristão (1) hebraismo (1) hedonismo (2) Heresias (10) Hermes Fernandes (2) hino (1) Hipocrisia (3) Homem (3) Homossexualidade (3) homossexualismo (1) honestidade (1) honra (1) humor (10) idéias (1) Idolatria (3) Igreja (20) igreja adormecida (11) Igreja Batista Westboro (1) Igreja não-institucional (1) Igreja Universal (1) imagens (6) imoralidade (1) ímpio (1) Internet (1) interpretações (2) intervenção (1) Intimidade (2) ironia (2) Jesus (20) João Batista (1) jornada (1) José Wellington (1) jugo desigual (1) Juízo Final (1) justiça (2) juventude (1) le penseur (5) legalismo (1) lembranças (1) letras (32) liberdade religiosa (1) LIBRAS (1) Liderança. Missões (1) líderes evangélicos (3) links (1) liturgia (1) Livre Pensamento (1) lixo (3) Lobos (1) logos (1) loucura (1) louvor (4) louvorzão (1) lutas (2) luz (1) Macumba (1) mandinga (1) manifesto (2) manipuladores (1) Marco Feliciano (2) Marketing da Fé (1) Martin Luther King (1) masturbação (2) meditação (4) meditações (7) Melhor de Deus (1) memorando (5) meninas (1) mensagem (1) Mensagens (1) mentiras (2) mercantilismo (2) metal (9) mídia (2) milha (1) ministério (1) Ministérios Jovens (1) missionários (2) missões (7) missões urbanas (4) misticismo (1) Modas (1) momentos (1) moral (1) Morte por amor (1) Movimento Underground (6) mulher (1) mundanismo (2) mundo (1) musica (1) música (40) Música para crianças (1) música ruim (4) Música secular (4) namoro (5) Não Morda a Maçã (1) natal (1) natureza (2) Necessidades Espirituais (1) Negar a fé (2) neopentecostalismo (2) neutralidade (1) Nostradamus (1) notícias (2) nova era (1) Nova geração (1) obra de Deus (2) obrigação (1) ocidente (1) ódio (1) ofertas (1) óleo santo (2) Opinião (1) oração (3) orgulho (1) paciência (1) padrão de beleza (3) pagão (1) paixão (3) palavra (2) palavras (1) para pensar (1) parábolas (1) parcialidade (1) partidarismo (1) Pascoa (1) pastor (3) pastores ladrões (4) Paulo (1) paz (1) pecado (12) pedofilia (1) pensamentos (14) pentecostalismo (1) perfeito (1) perguntas (1) perversão sexual (3) pessoas (1) planeta (1) planos (1) pobreza (1) Podcast (1) poder de Deus (1) poema (1) Poeminhas (2) Poesia (10) politica (4) política (7) ponto eletrônico (1) Pornografia (3) portas abertas (1) práticas humanas (4) preconceito (4) pregação (2) prostituição (1) protesto (1) Provérbios (1) Púlpito (1) Púlpito Cristão (3) púlpito político (6) R.R. Soares (1) rapidinha (1) razão (1) realidade (1) rebelde (1) reflexão (24) reflexões (36) Rei (1) Reino (2) rejeição (1) relacionamento amoroso (3) Relacionamentos (4) religião (2) religiões (2) religiosidade (12) Renascer em Cristo (1) Renato Vargens (2) respeito (2) Resposta dos hereges (2) reviews (1) Ricardo Gondim (2) ritmo (1) rock (2) romanos (1) rosa ungida (1) sabedoria (3) sacrifício (3) Salmos (1) salvação (2) Samuel Câmara (1) Sandro Baggio (1) santidade (7) Santificação (3) Santo (1) Sarah Sheeva (1) satanismo (4) Satanologia da Prosperidade (19) saudade (1) Secular (1) segredos (1) sentimentos (6) ser completo (1) sexo (8) Shows (3) signos (1) Silas Malafaia (8) símbolos (1) sinais (2) soberania (2) Sociedade (4) sofrimento (2) solidão (1) solteiros (1) sonhos (1) Steve Jobs (1) stress (1) subversão (1) sujeira (2) talentos (1) televangelismo (1) tempo (1) Tempo pra Deus (1) teocracia (1) Teologia (3) Teologia da Prosperidade (15) teologia relacional (1) Teoria da Conspiração (2) terapia do amor (24) terrorismo (1) Testemunhos (2) texto fora de contexto (1) trabalho (3) tradução (3) traição (3) tribos urbanas (1) tribulação (1) Twitter (1) UFC (1) unção (1) V.E.R. (2) Valdomiro Santiago (1) valores (3) ventre (1) verdade (10) verdades (5) Vício (1) vida (6) vida cristã (10) vida sentimental (34) vidas (1) Vídeo (9) Vídeos (12) vingança (1) violencia (1) vitória (1) volta de Cristo (1) vontade de Deus (5) voto consciente (2) William Lane Craig (1)