Lia e Raquel, uma meditação sobre as escolhas


Nessa meditação, quero compartilhar algo sobre 3 personagens. Personagens essas que possuem uma verdade escondida em seus testemunhos de vida.

Temos Jacó, um jovem pastor, dado a se meter em grandes confusões. Fugindo da ira de seu irmão mais velho, Esaú, encontra abrigo entre sua parentela, habitantes do Oriente.
Temos Raquel, uma jovem pastora de ovelhas. Era a filha caçula. Moça formosa de porte e semblante. Nos nossos dias e contexto, seria do tipo ‘que benção de varoa, rapaz!’

E temos Lia, a irmã mais velha de Raquel. Penso que era mais afeita às atividades domésticas. Possuía certo problema em seus olhos, que traziam dificuldade para si, e contribuíam para torná-la menos atraente que sua irmã. Imagino que isso também prejudicava sua lida diária, bem como o seu relacionamento em relação à outras pessoas. Em nossos dias, seria do tipo ‘a irmã é até benção, mas não faz o meu tipo.’ Ok, a gente acredita.

Jacó fez a sua escolha. Escolheu a Raquel, a mina mais top de Harã. Detalhe: de família rica, aparentada com a sua. O sogro, Labão, deu todo o apoio. Jacó trabalhou 7 anos pelo direito de casar com Raquel. E casou. Mas na hora da alegria, descobriu que havia sido enganado. Acabou tendo a noite de núpcias com Lia. E ficou pê da vida com a situação (quem não ficaria?). Mas acabou tendo que concordar com o trâmite, aceitando trabalhar mais 7 anos para ter Raquel de fato. A Palavra mesmo fala que ele não ligava para o tempo, pois a amava muito.


E Lia?


Lia acabou sendo preterida, como (provavelmente) sempre ficava. E com certeza, sofreu muito com a situação. Mas Deus, em Sua infinita justiça e misericórdia, deu uma chance a Lia. Escutou o seu clamor e a tornou fértil (Gn 29:31). Raquel, por sua vez, mesmo tendo o desejo de seu marido todo para si, era estéril. O que para uma mulher, ainda mais naqueles tempos, era vergonhoso.
A partir daqui, já podemos traçar paralelos entre as 2 irmãs. Irmãs com o mesmo sangue, mas com objetivos totalmente dissonantes.

1. Digamos que Lia tenha tido seus filhos mais velhos em um curto espaço de tempo. 9 meses x 4 meninos = 36 meses = 3 anos. A cada filho, uma oração de gratidão ao Senhor brotava de seus lábios (Gn 29:32, 33 e 35; 30:18 e 20). Raquel, por sua vez, cobrava do marido a responsabilidade por não conceber (Gn 30:1-2).

2. Para ter o que queria, Raquel se valeu do seguinte ditado: ‘os fins justificam os meios’. Não havia problema em usar uma serva como ‘barriga de aluguel’, ou ceder a vez de ficar com Jacó para a irmã, em troca de mandrágoras (que eram tidas como a cura para a infertilidade, além dos poderes afrodisíacos). O importante era vencer a sua irmã (Gn 30:8).

3. Da mesma forma, Raquel furtou os ídolos do lar de seu pai. Ora, tais elementos eram como um testamento, que garantia de que o genro (Jacó), seria o herdeiro principal do pai (Labão). No decorrer da narrativa apresentada em Gênesis, vemos que Jacó nunca precisou receber alguma herança, pois o Senhor o abençoou grandemente em Canaã. Raquel não sabia confiar na Palavra do Senhor (ou talvez nem fazia questão), e sempre tomava decisões na base da emoção (Gn 31:19). Quando decidiu confiar no Senhor, recebeu um filho: José (Gn 30:24).

4. A vida de Raquel deve ter sido breve. Ao dar a luz ao 2º filho, acabou falecendo. Não sem antes dar nome à criança. Benoni (lit., filho da minha tristeza). Jacó mudou o nome para Benjamim (lit., filho da minha destra). Raquel viu a dor. Jacó viu a esperança.

5. A partir desse acontecimento, vemos os desdobramentos que a história toma. E nos deparamos com dados interessantes: Raquel foi sepultada junto à uma estrada (Gn 35:19-20). Lia foi sepultada na cova de Macpela, onde os antepassados de Jacó estavam descansando (Gn 49:31). Quando José sonha com o sol, a lua e as 11 estrelas se prostrando diante dele, Jacó o inquire. ‘Você acha que eu, sua mãe e seus irmãos nos prostraremos diante de você?’. Posso estar errado, mas a mãe citada em questão era Lia, já que Raquel havia falecido há anos atrás.

6. Quando vemos as genealogias, descobrimos dados interessantes. Lia, a preterida, foi a mãe de Rúben (o primogênito), Levi (o sacerdote) e Judá (o príncipe). Raquel, a favorita, foi a mãe de José, pai de Efraim. Efraim e seu irmão Manassés acabaram sendo aceitos como parte da descendência de Israel, dando origem a 2 tribos.

De Judá, temos Davi (o homem segundo o coração de Deus). E temos a profecia da vinda de Siló, o Pacificador (Gn 49:10), que é Jesus Cristo. De José, temos Efraim. A tribo que se tornou a 2ª mais forte de Israel. De Efraim, veio a divisão do Reino de Israel em dois, chefiada por Jeroboão.


Tá. E pra que tudo isso?


Não estou aqui pra dizer o que você deve falar, ouvir ou fazer. Quero apenas refletir com você: como andam as nossas escolhas?

Os critérios mais utilizados para se escolher alguém, em nossos dias, tem sido a beleza física, os gostos pessoais, o fator da ‘boa conversa’, entre outros. Mas será que isso é o suficiente? Será que nossos parâmetros estão corretos? Vendo a história de Jacó e suas esposas, acabo percebendo algo que acontecido em nossos dias. A beleza sobrepuja a simplicidade. A soberba encobre a humildade. A verdade é trocada por falácias. Existem Lias em nosso meio, pessoas verdadeiras, que estão sendo preteridas pelas Raquéis, que se revelam ‘abençoadas’ no começo. Mas que na realidade não professam uma fé verdadeira, preferindo agir de acordo com os seus interesses.

Amigo (a): quem você tem buscado? A Deus, ou ao homem? Nas mãos de quem você tem depositado sua confiança e fé? Você tem agido em fé, ou de acordo com as suas vontades?
Nossas escolhas refletem quem somos. E definem o que seremos.Vamos escolher então vivermos debaixo da benção e vontade do Senhor. Se você está interessado em alguém, ore. Mas aja também. Analise, estude, busque conhecer a pessoa de fato. Não se atenha ao ‘visual’. Se importe com o espiritual, com a Palavra de Deus revelada a você. E viva em novidade de vida. Espere pelo que Deus deseja. Por que a vontade Dele é boa, perfeita e agradável.


No mais, fiquem na Paz. Ah, se tiver alguma coisa dissonante nessa meditação, estou à disposição para trocar uma idéia. E desculpem-me pelo texto longo.

Gabriel Pedroso (via CMFreak)

15 comentários:

  1. Anônimo disse...

    Gostei muito!!

  2. Ana Syntia disse...

    Muito bom o seu texto, por mais que tenha ficado longo, não ficou cansativo.
    Parabéns!!!

  3. Edificante o texto e principalmente de fácil entendimento!

  4. FELIPE ALMEIDA disse...

    amei essa mensagem é clara e precisa e vem de encontro com o nosso coração

  5. Lays Fernanda disse...

    Amei! Muito importante para mim!

  6. Lays Fernanda disse...

    Gostei muito!

  7. Muito bom. Apenas acho que por detalhes José e Benjamim, por serem amados afetivamente pelo pai e mãe se tornaram mais doces na vida. Sem tantas revoltas. Mas Deus é Deus

  8. Muito bom. Apenas acho que por detalhes José e Benjamim, por serem amados afetivamente pelo pai e mãe se tornaram mais doces na vida. Sem tantas revoltas. Mas Deus é Deus

  9. ANA disse...

    Amei a passagem e nunca tinha
    lido a passagem por esse lado, fui edificada

  10. ANA disse...

    Amei a passagem e nunca tinha
    lido a passagem por esse lado, fui edificada

  11. Raquel disse...

    Respeito a opinião de cada um, porém penso que é presunção dizer que Jaco amou Raquel somente por sua beleza, lembrando que o amor é algo muito subjetivo e vem do interior de cada um, por não dizer que também existe uma química, uma energia que une os envolvidos, e temos que considerar também o fato que os dois foram enganados tanto Jaco como Raquel, quando Lia foi oferecida ao marido como se fosse a Raquel, e a Iia estava ciente do que estava acontecendo.
    Concordo que muitos se iludem com a beleza e a consideram como o mais importante, mas generalizar é o mesmo que dizer que pessoas bonitas não são dignas de serem amadas.
    Raquel

  12. PROFUNDISSIMO!"

  13. EMERSON RAFAEL disse...

    O pastor Carvalho Junior tem uma mensagem muito boa sobre o memso assunto que está em questão aqui... Mensagem boa e didática

  14. Unknown disse...

    Parabéns pela mensagem, Deus abençoe

  15. Toda passagens bíblicas servem como reflexão, que consequentemente aprendemos e devemos colocar em prática se os contextos tem algo haver com o que estamos vivenciando ou não. A palavra de Deus é boa, agradável e perfeita.

Postar um comentário

Nós do "Destruindo a Mentira" no momento não temos política de moderação de comentários, entretanto pedimos aos leitores do blog que tenham o mínimo de bom senso. Caso sejam detectados comentários com pornofonias (palavrões), xingamentos sem sentido ou do tipo "não toqueis no meu ungido" ou "não julguem para não serem julgados" serão sumariamente excluídos e poderemos inclusive tentar entrar em contato com quem enviou o comentário, caso não seja um anônimo, para que ele tenha mais respeito.

Ah, se você é anônimo, não se garanta por isso, porque embora nós não possamos saber quem você é, DEUS SABE e Ele poderá julgar o que você está escrevendo, pois daremos conta de cada palavra que dissermos, boas ou más.

Por enquanto é só. Ah, por favor, faça-nos felizes e comentem!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Palavras da Verdade

2014 (1) Aborto (4) acepção de pessoas (2) adoração (7) adversidade (1) África (1) amizade (1) amor (15) amor de Deus (11) aniversário (1) ano novo (2) anorexia (1) ansiedade (4) anticristo (1) antropocentrismo (1) Apologética (9) Apologética - Ekklésia (2) Apologia (1) arado (1) Argumento Cosmológico (1) arte (1) artes marciais (1) árvore da vida (1) Assembléia de Deus (1) astrologia (1) ateismo (1) ateísmo (4) atitude (3) ato profético (2) auto-estima (2) banda (1) Banda Envoy (1) batalha espiritual (1) batalhas (1) Beijo (2) bençãos (1) Bíblia (10) bíblico (1) blasfêmia (4) blog (3) boatos (2) brasil (2) C. S. Lewis (1) caminho (2) capitalismo (1) Carnaval (3) Cartas (2) cartas de Paulo (1) casamento (6) casamento homossexual (1) cds (1) Céu (1) chavões (1) Ciência e Fé (1) citações (1) CMFreak (1) coisas da alma (1) Comportamento (5) Confiança em Deus (5) confiar (1) confissão (1) conflitos (2) conforto (1) conhecimento (1) consumismo (4) contenda (3) contexto (1) controle de Deus (5) convicção (1) cordeiro (1) corrupção (1) Cosmovisão (1) Cotidiano (13) crente raimundo (2) crer (1) Criação do mundo (1) crianças (5) crime (1) cristão (8) cristianismo (5) Cristo (6) critica (1) críticas (5) Crônicas Eclesiásticas (1) cruz (4) cultura (1) cura espiritual (1) Davi (1) decepção (1) declarações falsas (1) degradação dos lares (1) democracia (1) Denúncias - Falsas doutrinas (4) dependência de Deus (4) depressão (1) desabafo (2) desafios (1) Desciclopédia (1) desejos carnais (1) desperdício (1) desprezo (2) Destaque (1) Destaques (1) destinos (2) Destruíndo a mentira (4) desviados (1) Deus (16) Devocionais (2) devocional (1) Dia das Crianças (2) diabo (1) dicotomias (1) dinheiro (1) direito animal (1) discussões (1) distorção (1) divisão (3) divórcio (1) dízimo (1) dízimos (1) doutrinas (2) download (6) droga (1) Ebooks (7) Edir Macedo (3) egoísmo (1) Eleições 2010 (2) Eliel Vieira (2) elogios (1) erros (4) escarnecedor (1) escolhas (1) Espírito (1) espiritualidade (6) estilo musical (3) estudos (4) eternidade (1) eu (3) evangelho (13) Evangelicalismo (2) Evangelismo (7) Eventos (2) exegese (1) exéquias (1) Existência de Deus (1) experiências (1) Expiação (1) expressões idiotas (1) extremismo (1) falatório (1) falsa (1) falsos apóstolos (2) Falsos profetas (6) fama e fortuna (1) família (2) fanatismo (2) farisaísmo (9) (9) feiura (2) felicidade (1) feminismo (1) festa (2) Ficha Limpa (1) fidelidade (1) filhos (1) Filosofia (2) Fofoca (7) fogueira santa (1) fome (1) forever alone (4) frases (1) fundamentalismo (6) futuro (2) Garota Cristã (1) Genizah (5) glória apenas a DEUS (4) Gospel (18) graça (5) guerra (1) Hardcore cristão (1) hebraismo (1) hedonismo (2) Heresias (10) Hermes Fernandes (2) hino (1) Hipocrisia (3) Homem (3) Homossexualidade (3) homossexualismo (1) honestidade (1) honra (1) humor (10) idéias (1) Idolatria (3) Igreja (20) igreja adormecida (11) Igreja Batista Westboro (1) Igreja não-institucional (1) Igreja Universal (1) imagens (6) imoralidade (1) ímpio (1) Internet (1) interpretações (2) intervenção (1) Intimidade (2) ironia (2) Jesus (20) João Batista (1) jornada (1) José Wellington (1) jugo desigual (1) Juízo Final (1) justiça (2) juventude (1) le penseur (5) legalismo (1) lembranças (1) letras (32) liberdade religiosa (1) LIBRAS (1) Liderança. Missões (1) líderes evangélicos (3) links (1) liturgia (1) Livre Pensamento (1) lixo (3) Lobos (1) logos (1) loucura (1) louvor (4) louvorzão (1) lutas (2) luz (1) Macumba (1) mandinga (1) manifesto (2) manipuladores (1) Marco Feliciano (2) Marketing da Fé (1) Martin Luther King (1) masturbação (2) meditação (4) meditações (7) Melhor de Deus (1) memorando (5) meninas (1) mensagem (1) Mensagens (1) mentiras (2) mercantilismo (2) metal (9) mídia (2) milha (1) ministério (1) Ministérios Jovens (1) missionários (2) missões (7) missões urbanas (4) misticismo (1) Modas (1) momentos (1) moral (1) Morte por amor (1) Movimento Underground (6) mulher (1) mundanismo (2) mundo (1) musica (1) música (40) Música para crianças (1) música ruim (4) Música secular (4) namoro (5) Não Morda a Maçã (1) natal (1) natureza (2) Necessidades Espirituais (1) Negar a fé (2) neopentecostalismo (2) neutralidade (1) Nostradamus (1) notícias (2) nova era (1) Nova geração (1) obra de Deus (2) obrigação (1) ocidente (1) ódio (1) ofertas (1) óleo santo (2) Opinião (1) oração (3) orgulho (1) paciência (1) padrão de beleza (3) pagão (1) paixão (3) palavra (2) palavras (1) para pensar (1) parábolas (1) parcialidade (1) partidarismo (1) Pascoa (1) pastor (3) pastores ladrões (4) Paulo (1) paz (1) pecado (12) pedofilia (1) pensamentos (14) pentecostalismo (1) perfeito (1) perguntas (1) perversão sexual (3) pessoas (1) planeta (1) planos (1) pobreza (1) Podcast (1) poder de Deus (1) poema (1) Poeminhas (2) Poesia (10) politica (4) política (7) ponto eletrônico (1) Pornografia (3) portas abertas (1) práticas humanas (4) preconceito (4) pregação (2) prostituição (1) protesto (1) Provérbios (1) Púlpito (1) Púlpito Cristão (3) púlpito político (6) R.R. Soares (1) rapidinha (1) razão (1) realidade (1) rebelde (1) reflexão (24) reflexões (36) Rei (1) Reino (2) rejeição (1) relacionamento amoroso (3) Relacionamentos (4) religião (2) religiões (2) religiosidade (12) Renascer em Cristo (1) Renato Vargens (2) respeito (2) Resposta dos hereges (2) reviews (1) Ricardo Gondim (2) ritmo (1) rock (2) romanos (1) rosa ungida (1) sabedoria (3) sacrifício (3) Salmos (1) salvação (2) Samuel Câmara (1) Sandro Baggio (1) santidade (7) Santificação (3) Santo (1) Sarah Sheeva (1) satanismo (4) Satanologia da Prosperidade (19) saudade (1) Secular (1) segredos (1) sentimentos (6) ser completo (1) sexo (8) Shows (3) signos (1) Silas Malafaia (8) símbolos (1) sinais (2) soberania (2) Sociedade (4) sofrimento (2) solidão (1) solteiros (1) sonhos (1) Steve Jobs (1) stress (1) subversão (1) sujeira (2) talentos (1) televangelismo (1) tempo (1) Tempo pra Deus (1) teocracia (1) Teologia (3) Teologia da Prosperidade (15) teologia relacional (1) Teoria da Conspiração (2) terapia do amor (24) terrorismo (1) Testemunhos (2) texto fora de contexto (1) trabalho (3) tradução (3) traição (3) tribos urbanas (1) tribulação (1) Twitter (1) UFC (1) unção (1) V.E.R. (2) Valdomiro Santiago (1) valores (3) ventre (1) verdade (10) verdades (5) Vício (1) vida (6) vida cristã (10) vida sentimental (34) vidas (1) Vídeo (9) Vídeos (12) vingança (1) violencia (1) vitória (1) volta de Cristo (1) vontade de Deus (5) voto consciente (2) William Lane Craig (1)