As lutas SÓ acabam na SEPULTURA!

Sabemos que quando nos convertemos a Cristo e O conhecemos, nós passamos a buscar a verdade em Sua palavra. Então começamos a “levar uma vida Cristã”. (Perceba o detalhe que) nem sempre começamos a “viver uma vida Cristã”, mas começamos sim, a “levar a nossa vida” de uma nova maneira, numa nova condição, sendo agora então, conhecedores da verdade de Cristo. Começamos a passar por um processo de santificação e mudança do nosso caráter, tendo o caráter de Cristo como modelo, e isso tudo em busca de “vivermos verdadeiramente uma vida Cristã”. A partir daí, muitas coisas acontecem, muitas mudanças ocorrem em nós e em toda a nossa vida. E nós então, despertamos para a realidade do mundo espiritual. Despertamos para a realidade da guerra espiritual constante, a qual testemunhamos, queiramos ou não, tenhamos consciência dela ou não. Por causa disso (de admitirmos a existência dessa guerra espiritual) passamos a observar e perceber (como nunca antes) as lutas que enfrentamos, e também as lutas ao nosso redor. Começamos a analisar as nossas lutas pessoais e a observá-las de forma diferente, de forma que nunca havíamos observado antes.
Por incrível que pareça, muitas vezes nós nem percebemos como a conversão mudou a nossa percepção, a nossa maneira de ver a vida, e a partir daí (de não percebermos que nossa percepção mudou), nós (erroneamente) passamos a pensar que, depois de aceitarmos a Cristo e depois de começarmos a nossa caminhada Cristã, as coisas começaram a “piorar” muito em nossas vidas, mas isso não é verdade. A verdade é que fomos nós que finalmente despertamos do “sono” do sistema, e do “sono” da “morte” espiritual. Na verdade, fomos nós que mudamos, não as circunstâncias. As lutas sempre existiram, mas antes, nós não as percebíamos como percebemos agora. Antes, nós éramos escravos, e a nossa vida não pertencia a Deus, mas pertencia ao príncipe do sistema, por isso ele (o diabo) não fazia o menor esforço para percebermos a sua existência ou o seu agir, e nós, por causa da cegueira espiritual, não conseguíamos ver as batalhas espirituais que eram travadas diariamente diante de nós.
Agora é diferente, agora, depois de “despertos” para a realidade, o inimigo não consegue (e não faz questão) de se esconder de nós. Isso porque nós recebemos o poder da oração, recebemos o poder para desmascará-lo e expulsá-lo, e dependendo da situação e do nível de “guerra” que estamos enfrentando, chega a parecer que ele “faz questão” de se revelar a nós, e de nos afrontar.
Então, quando passamos a pensar que nossa vida está “piorando” por causa da nossa conversão a Cristo, estamos na verdade em meio a mesma “guerra” espiritual “de sempre”, mas agora a diferença é que estamos sendo “atacados” pelo inimigo (diabo) de outra forma: com o intuito de nos levar a desistir de “lutar”. Somos repetidamente levados a pensar que, agora que estamos com Cristo, a nossa vida piorou, e as coisas estão ainda mais difíceis… A nossa alma se abate, e ficamos CANSADOS de tanta “guerra”…
Mas porque ficamos cansados?
É porque agora nós somos diferentes de antes. Antes nós éramos ignorantes, não enxergávamos a “guerra”, e por isso tínhamos a IMPRESSÃO que ela não nos atingia… Mas era só impressão.
Porém, agora que nós sabemos (aprendemos) a interagir com ela, agora, o dia-a-dia em meio a “guerra” espiritual nos cansa… Terminamos os dias fisicamente e emocionalmente mais cansados… Porque?
Logicamente é porque ao deixaRmos de ser ignorantes nas “batalhas” espirituais do dia-a-dia, deixamos de ser indiferentes e “passivos”, deixamos de ser inativos, deixamos de ser vítimas fáceis do inimigo, e passamos a ser “ativos” e valentes guerreiros de Deus, conscientes do poder e das promessas… Passamos a nos esforçar para tomar posse do Reino dos céus. O problema é que toda essa “ação” (que exige de nós mais esforço no dia-a-dia) conseqüentemente nos cansa. Porque? Porque todo esforço cansa. Não que isso nos cause mal, mas todo esse “movimento” espiritual nos deixa mais ligados, atentos, menos relaxados, e conseqüentemente mais cansados no final de um longo dia de trabalho.
Por causa desse cansaço (normal para qualquer valente guerreiro) a nossa alma enganosa e corrupta tende a se abater, e começar a buscar “fugas”. Ela busca “fugas” nos entretenimentos desta vida, nas diversões que existem por aí, no lazer, nas distrações, e em tudo o que o mundo puder lhe oferecer… Não que não devamos ter momentos de lazer, não é isso. É que a alma foge das lutas (que precisa enfrentar) através de tudo o que ela consegue. A alma tenta resolver os problemas dela sozinha, sem a ajuda de Deus, e por não conseguir, ela começa a pensar em desistir. A alma quer viver sem lutas e ao mesmo tempo quer levar uma vida “sossegada”. Ela esquece das palavras de Jesus em Mateus 6.33:

“buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.”

Ou seja, não há outro meio de obtermos vitórias, e de sermos supridos em todas as nossas necessidades, se não buscarmos a Deus em primeiro lugar.
A alma é preguiçosa, ela não quer se esforçar.
Mas a Palavra diz que o Reino é conquistado por esforço (e em algumas traduções diz “por violência”):

Mateus 11.12: “Desde os dias de João Batista até agora, o reino dos céus é tomado por esforço, e os que se esforçam se apoderam dele.”

É por isso que a alma não pode estar no governo da nossa vida Cristã, porque ela se abate com muita facilidade. Mas o Espírito Santo precisa nos governar, porque Ele nunca se abate… Ele é inabalável!

A Palavra diz que o Senhor nos dá a vitória nas lutas e nas batalhas…
O problema é que, a partir do momento que vencemos as lutas de hoje, as lutas deste ano, as lutas do momento… simplesmente não queremos mais ter lutas! A nossa alma-enganosa é assim!
E é justamente isso que muitos Crentes não percebem.
Muitos não percebem como o mundo (sistema) influencia sua alma, e por isso não “deixam” o mundo (sistema), não se guardam de certas “ministrações” que o mundo possui, oferece, de certos movimentos (BigBroth… ou melhor, BigMorte) que existem no sistema, entre outras coisas.
E é por isso que muitos Crentes tem uma expectativa totalmente errada sobre a vida Cristã, esses irmãos esperam: NÃO TER MAIS LUTAS.
Pode uma coisa dessas?
Onde estamos com a cabeça meu Deus? Como pode um Crente (eu mesma já pensei assim viu…) pensar que, após ele vir para o Senhor…ele não terá mais lutas… Como assim?
Isso não é bíblico.
Jesus nunca nos disse que não teríamos lutas neste mundo, pelo contrário, muitas vezes Ele nos alertou para que estivéssemos atentos às lutas e às tentações que enfrentaríamos.
Veja as palavras de Jesus em João 16:

1. Tenho-vos dito estas coisas para que não vos escandalizeis.
2. Eles vos expulsarão das sinagogas; mas vem a hora em que todo o que vos matar julgará com isso tributar culto a Deus.
3. Isto farão porque não conhecem o Pai, nem a mim.
4. Ora, estas coisas vos tenho dito para que, quando a hora chegar, vos recordeis de que eu vo-las disse. Não vo-las disse desde o princípio, porque eu estava convosco.
5. Mas, agora, vou para junto daquele que me enviou, e nenhum de vós me pergunta: Para onde vais?
6. Pelo contrário, porque vos tenho dito estas coisas, a tristeza encheu o vosso coração…
(E o capítulo 16 termina com Jesus dizendo assim):
33. Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.

Mas Jesus também nos disse que receberíamos dEle poder para pisar “serpentes e escorpiões” (Lucas 10.19: “Eis aí vos dei autoridade para pisardes serpentes e escorpiões e sobre todo o poder do inimigo, e nada, absolutamente, vos causará dano.”)

E Paulo também afirmou que seríamos mais que vencedores em todas as coisas: (Romanos 8.37: “Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.”)

Por isso, sabemos que teremos vitórias… e mais vitórias em Cristo! Porém…
A cada vitória que Deus nos dá (sobre cada luta que temos) a nossa alma enganosa e corrupta tem a tendência a se acomodar, a “descansar”…
Digo descansar, não no sentido positivo de ter as forças reparadas por uma boa noite de descanso, ou por um tempo de descanso específico, mas no sentido negativo, no sentido de “descansar” das batalhas, esmorecer, PARAR.

Tem horas que realmente dá VONTADE de parar, de largar tudo… Porque?
É porque a nossa alma (que é a sede das nossas vontades) ACREDITA que SE pararmos será “mais fácil” viver.
A alma (coração, mente) é enganosa… Não devemos confiar nela de jeito nenhum… Ela acredita que sabe das coisas, e fica nos dizendo que, se pararmos, a vida ficará mais fácil. Mas isso não é a verdade.
A verdade é que NÃO ADIANTA pararmos, não adianta largarmos tudo, pelo contrário, é nessa hora que a gente precisa lutar!
A alma acredita que parando de obedecer ao Espírito, e obedecendo aos sentidos/vontades (dela), as coisas vão melhorar… Mas é mentira.
A (nossa) alma mente para nós, porque ela quer estar no controle das nossas vidas, ela não quer obedecer a Deus. E o diabo sabendo disso, se aproveita dessa nossa fraqueza, e vem nos atacar bem aí na hora que estamos cansados de obedecer, na hora que estamos cansados de negar o nosso querer… Mas é nessa hora que a gente precisa lutar! Justamente nessa hora é o momento de se humilhar e buscar a face de Deus!

Não devemos parar nunca. E também não devemos nos queixar das lutas que temos (eu que o diga!). E porque não devemos murmurar?
Porque, por mais incrível que pareça, as lutas nos ensinam algo muito precioso, algo que nada mais pode nos ensinar, elas nos ensinam a manter nossos olhos “fixos” firmemente no Reino dos céus, na eternidade, e não no sistema (mundo). São as lutas que não nos deixam “descansar”, esmorecer, parar… São as lutas que nos mantém fora da “zona de conforto” do “atraente mundão”, do sistema (deste século).
As lutas nos mantém despertos! Elas nos ajudam a “odiar o sistema”.
Disse Jesus:

João 12.25: “Quem ama a sua vida perde-a; mas aquele que odeia a sua vida neste mundo preservá-la-á para a vida eterna.”

As lutas nos ajudam a não “amarmos” a vida no sistema, a não nos acomodarmos com os entretenimentos desta vida.
Mas não é fácil… a nossa alma reluta em aceitar ou viver isso…
Por exemplo, por um lado, queremos as vitórias do Senhor sobre todas as nossas lutas, queremos um pouco de sossego… mas por outro, quando recebemos a vitória, nos ACOMODAMOS no sossego e “baixamos as armas de guerra” que nunca deveríamos baixar.
Esse é o motivo pelo qual Deus muitas vezes não pode nos dar certas “vitórias”, porque Ele sabe que “aquela” determinada “vitória” que buscamos vai nos tornar tão acomodados, tão sossegados, tão distraídos com este mundo, que possivelmente pode até nos desviar do caminho e da vontade dEle para nós.
Porque?
Porque enganoso e desesperadamente corrupto é o nosso coração (alma). (Jeremias

17.9: Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?”)

Lembro sempre de uma frase do Pr. Eber Rodrigues:
“Muitas vezes, a tua aparente derrota é na verdade, a vitória de Deus na tua vida!”
Temos sempre que perguntar a nós mesmos o seguinte:

“Será que sempre terei de estar na MESMA luta para não me deixar desviar nem para a direita nem para a esquerda, e continuar firme na vontade de Deus? Será?”
“Ou será que vou aprender a me submeter e obedecer a vontade de Deus, mesmo que minha alma relute, e vou crucificá-la com Cristo, para experimentar qual seja a boa, agradável e perfeita vontade dEle para mim?”

Há muitas verdades sobre as lutas, e uma delas é que: as lutas não acabam, MAS elas com certeza MUDAM.
Cada vez que Deus “encontra” condições (em nós) de nos dar uma determinada vitória, novas lutas surgirão (na mesma ou em uma nova batalha).
Não que essa seja a vontade de Deus, mas faz parte desta vida.
Judas disse que teríamos que batalhar até pela Fé que nos foi entregue:

Judas 1.3: “Amados, quando empregava toda a diligência em escrever-vos acerca da nossa comum salvação, foi que me senti obrigado a corresponder-me convosco, exortando-vos a batalhardes, diligentemente, pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos.”

Portanto, as lutas não vão acabar, Mas…
Mas nós podemos mudar nossa maneira de encarar as lutas!
Nós podemos aprender a lidar com elas! E o primeiro passo é parar de ter medo delas, e enfrentá-las:

Isaías 41.10: “não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha destra fiel.”

Deuteronômio 31.8: “O SENHOR é quem vai adiante de ti; ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te atemorizes.”

Josué 1.9: “Não to mandei eu? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o SENHOR, teu Deus, é contigo por onde quer que andares.”

Jeremias 1.8: “Não temas diante deles, porque eu sou contigo para te livrar, diz o SENHOR.”

Não temas! Enfrente as lutas no poder e na força do Senhor!

É como diz um ditado muito usado no futebol: “A melhor defesa é o ataque…”
E a cada luta que vencermos, precisamos estar “preparados” para as novas lutas que surgirão, ao invés de esperarmos que as lutas simplesmente acabem, ou “desapareçam” das nossas vidas.
Se viemos buscar a Deus em busca de não ter lutas, precisamos encarar que isso não existe!
Só existe um lugar onde as lutas acabam: no cemitério… Lá não tem luta nenhuma!
As lutas acabam na sepultura… E apesar de termos convicção da nossa salvação em Cristo Jesus, ninguém quer ir pra sepultura!

Mais uma vez eu friso: devemos buscar a vitória em cada luta sim! Mas não devemos buscar NÃO TER mais lutas.
Esta vida no mundo/sistema é assim: cheia de lutas e batalhas… Mas para os santos a vida também é cheia de vitórias!
Esse é o equilíbrio da alma de um valente guerreiro de Deus.

Vai chegar um momento em que vamos poder dizer: “As lutas que tínhamos há cinco anos atrás não temos mais hoje…” ou então “Não tenho mais ESSAS lutas, hoje em dia minhas lutas são OUTRAS…”
Elas mudaram…
Enquanto estivermos vivos “ainda existe uma cruz”, a porta é estreita e o caminho apertado…
Viver é desafiador! Mas é um presente que recebemos do Pai Celeste! Ele nos deu a chance de viver e de escolher se “um dia” vamos querer viver eternamente com Ele!
Eu tenho feito a minha escolha por Ele todos os dias desde Outubro de 1997,
e você?
Está consciente do presente, da grande oportunidade de escolha que é a tua vida?

Eclesiastes 9:

4. Para aquele que está entre os vivos há esperança; porque mais vale um cão vivo do que um leão morto.
5. Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, porque a sua memória jaz no esquecimento.
6. Amor, ódio e inveja para eles já pereceram; para sempre não têm eles parte em coisa alguma do que se faz debaixo do sol.
7. Vai, pois, come com alegria o teu pão e bebe gostosamente o teu vinho, pois Deus já de antemão se agrada das tuas obras.
8. Em todo tempo sejam alvas as tuas vestes, e jamais falte o óleo sobre a tua cabeça.
9. Goza a vida com a mulher que amas, todos os dias de tua vida fugaz, os quais Deus te deu debaixo do sol; porque esta é a tua porção nesta vida pelo trabalho com que te afadigaste debaixo do sol.
10. Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além (ou sepultura), para onde tu vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.

Faça da tua vida um instrumento nas mãos de Deus!
Faça a obra dEle com dedicação e amor!
Tudo que te vier a mão para fazer, faça por Ele!
Valorize a tua vida! E valorize (enxergue o valor de) cada luta que você tem!
Enxergue a sabedoria de Deus nas lutas!
Enxergue a oportunidade de crescimento em cada luta!
Deus está no controle da vida de seus servos!

Que Deus te abençoe!



Sarah Sheeva
24.02.2011

0 comentários:

Postar um comentário

Nós do "Destruindo a Mentira" no momento não temos política de moderação de comentários, entretanto pedimos aos leitores do blog que tenham o mínimo de bom senso. Caso sejam detectados comentários com pornofonias (palavrões), xingamentos sem sentido ou do tipo "não toqueis no meu ungido" ou "não julguem para não serem julgados" serão sumariamente excluídos e poderemos inclusive tentar entrar em contato com quem enviou o comentário, caso não seja um anônimo, para que ele tenha mais respeito.

Ah, se você é anônimo, não se garanta por isso, porque embora nós não possamos saber quem você é, DEUS SABE e Ele poderá julgar o que você está escrevendo, pois daremos conta de cada palavra que dissermos, boas ou más.

Por enquanto é só. Ah, por favor, faça-nos felizes e comentem!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Palavras da Verdade

2014 (1) Aborto (4) acepção de pessoas (2) adoração (7) adversidade (1) África (1) amizade (1) amor (15) amor de Deus (11) aniversário (1) ano novo (2) anorexia (1) ansiedade (4) anticristo (1) antropocentrismo (1) Apologética (9) Apologética - Ekklésia (2) Apologia (1) arado (1) Argumento Cosmológico (1) arte (1) artes marciais (1) árvore da vida (1) Assembléia de Deus (1) astrologia (1) ateismo (1) ateísmo (4) atitude (3) ato profético (2) auto-estima (2) banda (1) Banda Envoy (1) batalha espiritual (1) batalhas (1) Beijo (2) bençãos (1) Bíblia (10) bíblico (1) blasfêmia (4) blog (3) boatos (2) brasil (2) C. S. Lewis (1) caminho (2) capitalismo (1) Carnaval (3) Cartas (2) cartas de Paulo (1) casamento (6) casamento homossexual (1) cds (1) Céu (1) chavões (1) Ciência e Fé (1) citações (1) CMFreak (1) coisas da alma (1) Comportamento (5) Confiança em Deus (5) confiar (1) confissão (1) conflitos (2) conforto (1) conhecimento (1) consumismo (4) contenda (3) contexto (1) controle de Deus (5) convicção (1) cordeiro (1) corrupção (1) Cosmovisão (1) Cotidiano (13) crente raimundo (2) crer (1) Criação do mundo (1) crianças (5) crime (1) cristão (8) cristianismo (5) Cristo (6) critica (1) críticas (5) Crônicas Eclesiásticas (1) cruz (4) cultura (1) cura espiritual (1) Davi (1) decepção (1) declarações falsas (1) degradação dos lares (1) democracia (1) Denúncias - Falsas doutrinas (4) dependência de Deus (4) depressão (1) desabafo (2) desafios (1) Desciclopédia (1) desejos carnais (1) desperdício (1) desprezo (2) Destaque (1) Destaques (1) destinos (2) Destruíndo a mentira (4) desviados (1) Deus (16) Devocionais (2) devocional (1) Dia das Crianças (2) diabo (1) dicotomias (1) dinheiro (1) direito animal (1) discussões (1) distorção (1) divisão (3) divórcio (1) dízimo (1) dízimos (1) doutrinas (2) download (6) droga (1) Ebooks (7) Edir Macedo (3) egoísmo (1) Eleições 2010 (2) Eliel Vieira (2) elogios (1) erros (4) escarnecedor (1) escolhas (1) Espírito (1) espiritualidade (6) estilo musical (3) estudos (4) eternidade (1) eu (3) evangelho (13) Evangelicalismo (2) Evangelismo (7) Eventos (2) exegese (1) exéquias (1) Existência de Deus (1) experiências (1) Expiação (1) expressões idiotas (1) extremismo (1) falatório (1) falsa (1) falsos apóstolos (2) Falsos profetas (6) fama e fortuna (1) família (2) fanatismo (2) farisaísmo (9) (9) feiura (2) felicidade (1) feminismo (1) festa (2) Ficha Limpa (1) fidelidade (1) filhos (1) Filosofia (2) Fofoca (7) fogueira santa (1) fome (1) forever alone (4) frases (1) fundamentalismo (6) futuro (2) Garota Cristã (1) Genizah (5) glória apenas a DEUS (4) Gospel (18) graça (5) guerra (1) Hardcore cristão (1) hebraismo (1) hedonismo (2) Heresias (10) Hermes Fernandes (2) hino (1) Hipocrisia (3) Homem (3) Homossexualidade (3) homossexualismo (1) honestidade (1) honra (1) humor (10) idéias (1) Idolatria (3) Igreja (20) igreja adormecida (11) Igreja Batista Westboro (1) Igreja não-institucional (1) Igreja Universal (1) imagens (6) imoralidade (1) ímpio (1) Internet (1) interpretações (2) intervenção (1) Intimidade (2) ironia (2) Jesus (20) João Batista (1) jornada (1) José Wellington (1) jugo desigual (1) Juízo Final (1) justiça (2) juventude (1) le penseur (5) legalismo (1) lembranças (1) letras (32) liberdade religiosa (1) LIBRAS (1) Liderança. Missões (1) líderes evangélicos (3) links (1) liturgia (1) Livre Pensamento (1) lixo (3) Lobos (1) logos (1) loucura (1) louvor (4) louvorzão (1) lutas (2) luz (1) Macumba (1) mandinga (1) manifesto (2) manipuladores (1) Marco Feliciano (2) Marketing da Fé (1) Martin Luther King (1) masturbação (2) meditação (4) meditações (7) Melhor de Deus (1) memorando (5) meninas (1) mensagem (1) Mensagens (1) mentiras (2) mercantilismo (2) metal (9) mídia (2) milha (1) ministério (1) Ministérios Jovens (1) missionários (2) missões (7) missões urbanas (4) misticismo (1) Modas (1) momentos (1) moral (1) Morte por amor (1) Movimento Underground (6) mulher (1) mundanismo (2) mundo (1) musica (1) música (40) Música para crianças (1) música ruim (4) Música secular (4) namoro (5) Não Morda a Maçã (1) natal (1) natureza (2) Necessidades Espirituais (1) Negar a fé (2) neopentecostalismo (2) neutralidade (1) Nostradamus (1) notícias (2) nova era (1) Nova geração (1) obra de Deus (2) obrigação (1) ocidente (1) ódio (1) ofertas (1) óleo santo (2) Opinião (1) oração (3) orgulho (1) paciência (1) padrão de beleza (3) pagão (1) paixão (3) palavra (2) palavras (1) para pensar (1) parábolas (1) parcialidade (1) partidarismo (1) Pascoa (1) pastor (3) pastores ladrões (4) Paulo (1) paz (1) pecado (12) pedofilia (1) pensamentos (14) pentecostalismo (1) perfeito (1) perguntas (1) perversão sexual (3) pessoas (1) planeta (1) planos (1) pobreza (1) Podcast (1) poder de Deus (1) poema (1) Poeminhas (2) Poesia (10) politica (4) política (7) ponto eletrônico (1) Pornografia (3) portas abertas (1) práticas humanas (4) preconceito (4) pregação (2) prostituição (1) protesto (1) Provérbios (1) Púlpito (1) Púlpito Cristão (3) púlpito político (6) R.R. Soares (1) rapidinha (1) razão (1) realidade (1) rebelde (1) reflexão (24) reflexões (36) Rei (1) Reino (2) rejeição (1) relacionamento amoroso (3) Relacionamentos (4) religião (2) religiões (2) religiosidade (12) Renascer em Cristo (1) Renato Vargens (2) respeito (2) Resposta dos hereges (2) reviews (1) Ricardo Gondim (2) ritmo (1) rock (2) romanos (1) rosa ungida (1) sabedoria (3) sacrifício (3) Salmos (1) salvação (2) Samuel Câmara (1) Sandro Baggio (1) santidade (7) Santificação (3) Santo (1) Sarah Sheeva (1) satanismo (4) Satanologia da Prosperidade (19) saudade (1) Secular (1) segredos (1) sentimentos (6) ser completo (1) sexo (8) Shows (3) signos (1) Silas Malafaia (8) símbolos (1) sinais (2) soberania (2) Sociedade (4) sofrimento (2) solidão (1) solteiros (1) sonhos (1) Steve Jobs (1) stress (1) subversão (1) sujeira (2) talentos (1) televangelismo (1) tempo (1) Tempo pra Deus (1) teocracia (1) Teologia (3) Teologia da Prosperidade (15) teologia relacional (1) Teoria da Conspiração (2) terapia do amor (24) terrorismo (1) Testemunhos (2) texto fora de contexto (1) trabalho (3) tradução (3) traição (3) tribos urbanas (1) tribulação (1) Twitter (1) UFC (1) unção (1) V.E.R. (2) Valdomiro Santiago (1) valores (3) ventre (1) verdade (10) verdades (5) Vício (1) vida (6) vida cristã (10) vida sentimental (34) vidas (1) Vídeo (9) Vídeos (12) vingança (1) violencia (1) vitória (1) volta de Cristo (1) vontade de Deus (5) voto consciente (2) William Lane Craig (1)