A intolerância de Críticos de rock cristão - Exposta!

Por Bruce Carter

É preciso muito para me irritar. Eu me orgulho em ser capaz de me dar bem com quase todo mundo. As pessoas que me conhecem pessoalmente sabem que eu sou uma pessoa de integridade, com uma fé profunda e duradoura no Senhor Jesus Cristo, como demonstrado por uma atitude cristã para com todos que encontro. Eu conheço muitas poucas pessoas que eu não pude obter amizade. Eu conto entre os meus amigos pessoais pessoas com quem tenho diferenças substanciais - judeus, muçulmanos, mórmons, testemunhas de Jeová, ateus. Minha amizade com eles não se baseia apenas no desejo de "converter-los". Embora eu sempre esteja disposto a conversar com eles sobre a fé em Jesus quando e se perguntarem, eu não forço a minha religião goela abaixo - e recebo a mesma consideração deles em troca. Eventualmente, se a minha fé é real e boa, a verdade de uma vida suave, amorosa e sincera vai levá-los a pedir a minha fonte de paz. Eu também tenho amigos pessoais que estão envolvidos profundamente no pecado - adultério, homossexualismo, drogas, bruxaria, gula e ganância. Meu desejo é que eles se arrependam e se voltar para Jesus Cristo. Enquanto eu afirmá-los como amigos, eu não me envolvo em seu pecado. Um conselho vindo de mim não fará nada para mudá-los - o seu desejo de se arrepender deve vir da direção do Espírito Santo. Se me pedem para fornecer ajuda ou conselho, vou dar tanto em abundância. Se não, vou dar o exemplo.

Esta é a marca de um cristão maduro, aquele que compreende que Deus deu ao homem o livre-arbítrio, e que, por vezes, é rejeitar a Deus e Sua bondade. Talvez a única coisa verdadeira que satanás nunca disse que era uma pergunta que fez a Deus na sala do trono - que Jó te ama livremente, ou é porque você tem abençoado?

Jó 1.6-11: Um dia os anjos vieram apresentar-se perante o SENHOR, e Satanás também veio com eles. O Senhor disse a Satanás: "De onde você vem?" Satanás respondeu ao Senhor: "De rodear a terra, e indo e voltando na mesma." Então o Senhor disse a Satanás: "Você viu a meu servo Jó? Não há ninguém na terra semelhante a ele. Ele é íntegro e reto, um homem que teme a Deus e evita o mal". "Será que Jó teme a Deus por nada?" Satanás respondeu. "Você não colocou uma cerca em volta dele e de sua família e tudo que ele tem? Tens abençoado a obra de suas mãos, e seus rebanhos e manadas estão espalhados por toda a terra. Mas estende a tua mão e tudo o tira dele tudo o que tem, e ele certamente vai te amaldiçoar a sua face."

A Resposta final de Deus era para permitir que as bênçãos fossem tiradas, e Jó questionou - o que não é errado - mas ele não amaldiçoou a Deus. Deus deu a Jó - e a nós - o dom do livre-arbítrio. Nós não amamos a Deus porque somos obrigados a isso, nós amamos a Deus porque nós escolhemos. Se o próprio Deus manda termos livre escolha, quem sou eu para questionar essa decisão? Eu deveria bater um judeu na cabeça para dominá-lo assim que ele vai ouvir a Palavra de Deus? Eu deveria pregar sobre a gula para a mulher que está lutando com isso? Claro que não! Eu levaria os dois para longe de Jesus Cristo. Se eu mostrar meus vizinhos que Jesus os ama incondicionalmente, não importa se há ou não vontade neles, é uma chance de que eles virem para a igreja comigo, eles são muito mais propensos a aceitar um convite assim. É não “forçar a barra”, a amizade é "sem amarras". Nós dois seremos enriquecidos. Se eu perder peso sozinho e uma senhora gorda vê o que eu fiz - eu vou ser muito mais credível quando eu digo que Deus através de Jesus Cristo pode livrá-lo do pecado. Essa é uma abordagem muito melhor do que em países muçulmanos, onde os líderes religiosos falidos aprovam leis tornando-se contra a lei, punível com a morte, se você sair do islamismo. Nada fazem mais do que invalidar a sua religião. As pessoas são muçulmanas porque eles são forçados a ser muçulmano. Se Maomé tinha qualquer fé em Deus - ele deve estar agora de cabeça baixa sentindo desonra. A religião que ele estabeleceu só pode existir se as pessoas são forçadas a ser um membro.

Eu estou escrevendo isto no dia 14 de setembro de 2001 - três dias após o ato mais horrendo de guerra já perpetrado contra os Estados Unidos. Parece de muitas maneiras que Deus teria retirado a sua bênção de nossa terra, que muitas das liberdades que desfrutamos alguma vez serão limitadas a um grau para que possamos ser mais seguros. Uma viagem para o aeroporto irá conduzir este ponto em casa para quem duvida. Mas eu optei por mostrar ao país hoje, em uma hora de oração e reflexão, a reflexão sobre a bondade de Deus. Um conhecimento seguro que na provação que estiver por vir, Deus nos livrará das mãos do maligno e continuará a manter a mão de bênção sobre o último bastião de liberdade deixado no mundo. Deus não levantou Sua mão de bênção de nossa nação. Humilhamos-nos, arrependemos do pecado, e oramos.

Há aqueles que tirariam o direito de homens livres de ter uma escolha. Eles iriam impor o islamismo em nós, destruir nossa fé e capacidade de servir a Jesus Cristo. O desejo de controlar a vida dos outros parece ser o mais forte desejo humano de todos, superando o desejo de sexo, até mesmo o desejo para a própria vida - como os pilotos suicidas revelaram. Estes homens maus vão parar em nada para nos fazer todos muçulmanos fundamentalistas - como são - para sua própria religião falida de alguma forma ser validada quando eles estão cercados por clones de si mesmos. Os espíritos de miséria e solidão têm um único desejo - para infligir-se sobre todos os outros que isso não parece tão infeliz e solitário, quando todo mundo está no mesmo barco.

Tenho documentado o fato de que em outros lugares o controle de fanáticos não se limitam aos terroristas muçulmanos. Eles estão vivos e bem na igreja cristã - que muitas vezes oferece um refúgio para pessoas que gostam de autoridade perpetuada. Eles querem tirar a nossa liberdade para adorar a Deus em nossa própria maneira - como uma escolha de estilo de adoração, estilo musical, estilo de ensino e tradução da Bíblia. Eu reproduzo sem alterar os e-mails mordazes dos fanáticos da organização "King James Only", que querem forçar a igreja a usar apenas uma tradução. A falta do respeito de David Wilkerson, que recentemente lançou uma página de e-mails escritos por seus seguidores dirigidas a mim - porque os e-mails eram tão ruins - tão cheio de ódio, eles só serviram para desacreditar sua validade como um líder cristão! O fruto foi a sua produtora de ministério - fruto da semelhança de Cristo, ou o fruto amargo que eu estava recebendo? Também recebi e-mail após e-mail de tolos que não se preocupam em ler o site inteiro, e me fizeram perder meu tempo relendo os mesmos velhos argumentos cansados que já responderam como se fossem a única palavra de Deus sobre o assunto. Assim como os terroristas muçulmanos estão tentando tirar a nossa liberdade de culto - por isso são esses fanáticos, que tiraria as nossas escolhas na adoração!

Numa época em que nosso país está em um estado de luto nacional, a única coisa apropriada para estações cristãs no país a fazer é enviar a mensagem da restauração, da provisão de Deus no tempo da angústia. Se é uma estação de doutrina cristã, uma estação de hino, ou uma estação de rock cristão - todos se uniram em um acordo para acalmar uma nação profundamente ferida por aqueles que não têm tolerância de nosso modo de vida. Cada estação de rock cristão do país compartilha o profundo espírito de luto, de oração, de arrependimento, de restauração - e está fazendo todo o possível para ministrar para suas audiências. Mas - num momento em que todos nós devemos estar chegando juntos no Senhor, falando ombro a ombro com cada um com raiva, o justo Deus contra o opressor - sabe que o que chega ao meu email? Uma declaração flagrante de desunião. Uma declaração de fanatismo, que tenta atacar e invalidar a fé daqueles de nós que preferem o estilo de rock cristão de música, aqueles que o executam profissionalmente, e aqueles que o transmitem. Numa altura em que os cristãos de todos os gostos musicais eram supostamente para estar em união, louvando a Deus e pedindo a sua bênção sobre a nossa nação no conflito que vem, recebi o seguinte (reproduzida na íntegra, sem alterações):

“Sei que isso soa sarcástico, mas é realmente significou para nos fazer pensar sobre a ‘verdadeiramente reconfortante’ mensagem de padrão para a música cristã - Eu acho que eu tenho que admitir que nunca escutei nenhuma música rock cristão que pudesse consolar uma pessoa de luto, mas então eu não ouvi muito de seu rock cristão, então talvez não sou o melhor juiz. Considere um cenário como este: À luz da tragédia ocorrida em Nova York, talvez alguns ‘Rock cristãos’ iriam confortar essas pessoas? Deus me livre de usar qualquer um dos ‘velhos, lentos, sombrios’ hinos que transmitiu a ‘Fé dos nossos Pais’ - é tão ultrapassado, como poderia trazer conforto - talvez os fogos de artifício trariam um sorriso ao rosto de um cristão e os ajudariam a esquecer o que acabamos de ver - Ou será que uma canção como ‘Amazing Grace’, ‘O Deus da Montanha ainda é Deus no Vale’, ‘Castelo Forte é Nosso Deus’ são consideradas ‘muito singular e fora do lugar, porque estamos em 2001’? - Não, mil vezes não - precisamos desses hinos, mesmo neste dia, como eles falam ao coração, como rock cristão nunca poderia - em tempos de grande necessidade, eu acho que você vai encontrar o coração humano anseia por um pouco de calma, uma sobriedade pouco, um pouco de humildade diante de um Deus Todo-Poderoso e permitirá que o adorador de ‘Aquietai e sabei que eu sou Deus.’ Esses hinos têm resistido ao teste do tempo - e se essa carnificina continua, pode ser CULPA dos gostos musicais dos jovens, então, retornemos ao que é verdadeiramente significativo e não apenas uma ‘moda passageira’, que é o que eu acredito que o rock cristão seja - eu acredito mesmo que você teria que admitir que na maioria dos casos, quando você enfrentar as tempestades de sua vida, música cristã de Rock, com as referências minúsculas sobre as Escrituras, e, principalmente, show e emoção, não são suficientes para manter e incentivar nos momentos de grande tristeza - na minha opinião, de qualquer maneira, estou muito certo de sua posição não mudou e você ainda acredita que Christian Rock é o que as pessoas precisam – considere então a seguinte escritura - e, também, pensar que a América é dirigida e onde o mundo está indo e o que precisamos - realmente precisa - é rock cristão apenas um ‘luxo’ a medida em que a música está na causa, ou ele preenche a necessidade interior de profundidade espiritual do homem? Peça a Deus - Eu sei como me sinto sobre isso, eu já lhe disse e posso te dizer que eu não conheço ninguém que escuta rock cristão para o conforto neste momento - talvez você conheça pessoas que fazem - se assim for, acho que a sua necessidades internas são um pouco diferentes do que as pessoas que são de Deus há muito tempo.

II Pedro 3:11-12 ‘Visto que tudo será assim desfeito, que tipo de pessoas é necessário que você sejam? Vivam de maneira santa e piedosa, esperando o dia do Deus e apressando a Sua vinda. Naquele dia os céus serão desfeitos pelo fogo e os elementos se derreterão pelo calor.’

Não me importo de lhe dizer - Eu estava indignado com essa expressão de intolerância de um - adivinhem? – seguidor de David Wilkerson. Olhe para a última frase "suas necessidades interiores são um pouco diferentes do que as pessoas que são a Deus há muito tempo" - o que um insulto, literalmente, centenas de pessoas tementes a Deus, cristãos jovens que tenho conhecido ao longo dos anos no ministério da juventude! Essa pessoa se ofendeu ao extremo por eu ter compararado sua intolerância ao dos fanáticos muçulmanos. Eu posso ver algumas semelhanças reais, no entanto! Estes fanáticos anti-rock não acreditam que você está salvo. Eles não podem conceber que são comprados por Deus. Eles iriam ‘limpar’ cada um de vocês da igreja - talvez eles não vão soltar aviões em edifícios para se livrar de você, mas seus corações estão cheios de ódio por seu estilo escolhido da música de adoração, independente se VOCÊ tem ou não verdadeira fé! Você não iria ser valorizado na sua igreja para ter cargos de responsabilidade, liderança, ou mesmo um serviço sequer. Eu ouvi de um jovem que não tinha permissão para esfregar SANITÁRIOS - por causa de seu estilo escolhido da música de adoração! Gostaria de lembrar a todos vocês - e do escritor do e-mail acima - que este tipo de espírito de ódio é o mesmo que o espírito de assassinato. O presidente George W. Bush disse que não fará distinção entre aqueles que cometem os atos, e aqueles que os abrigam. DEUS não faz distinção entre aqueles que odeiam, e aqueles que cometem assassinato:

Romanos 13:9 Os mandamentos: "Não adulterarás", "Não matarás", "não furtarás", "Não cobiçarás", e se há algum outro mandamento, se resumem nesta regra: "Amai a teu próximo como a ti mesmo."

1 João 3:15 Qualquer que odeia a seu irmão é assassino, e vocês sabem que nenhum assassino tem a vida eterna nele.

Então eu acho que a minha analogia com os terroristas está CORRETA. Agora você vê o verdadeiro espírito por trás dos fanáticos que odeiam rock cristão. É o desejo de tirar a sua liberdade para adorar a Deus em sua própria maneira. O desejo de tirar a sua individualidade, a sua liberdade de pensamento. É o desejo de destruir cada gravação de rock cristão existente, o desejo de bani-lo das ondas de rádio, para parar o seu desempenho. É o desejo de forçar a uniformidade na adoração através da placa em igrejas cristãs. É um ódio da juventude, um ódio de idéias novas e criativas, um ódio de mudança - um desejo completamente auto-centrado para estar no controle final - a ser um ditador religioso e voz da "verdade" - o desejo de legislar fora a existência de alguém que quer adorar de uma forma diferente. É o espírito de assassinato, de acordo com as escrituras. E estou indignado, com raiva, pelo Santo e Justo Nome do Senhor.

Texto original em inglês.

0 comentários:

Postar um comentário

Nós do "Destruindo a Mentira" no momento não temos política de moderação de comentários, entretanto pedimos aos leitores do blog que tenham o mínimo de bom senso. Caso sejam detectados comentários com pornofonias (palavrões), xingamentos sem sentido ou do tipo "não toqueis no meu ungido" ou "não julguem para não serem julgados" serão sumariamente excluídos e poderemos inclusive tentar entrar em contato com quem enviou o comentário, caso não seja um anônimo, para que ele tenha mais respeito.

Ah, se você é anônimo, não se garanta por isso, porque embora nós não possamos saber quem você é, DEUS SABE e Ele poderá julgar o que você está escrevendo, pois daremos conta de cada palavra que dissermos, boas ou más.

Por enquanto é só. Ah, por favor, faça-nos felizes e comentem!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Palavras da Verdade

2014 (1) Aborto (4) acepção de pessoas (2) adoração (7) adversidade (1) África (1) amizade (1) amor (15) amor de Deus (11) aniversário (1) ano novo (2) anorexia (1) ansiedade (4) anticristo (1) antropocentrismo (1) Apologética (9) Apologética - Ekklésia (2) Apologia (1) arado (1) Argumento Cosmológico (1) arte (1) artes marciais (1) árvore da vida (1) Assembléia de Deus (1) astrologia (1) ateismo (1) ateísmo (4) atitude (3) ato profético (2) auto-estima (2) banda (1) Banda Envoy (1) batalha espiritual (1) batalhas (1) Beijo (2) bençãos (1) Bíblia (10) bíblico (1) blasfêmia (4) blog (3) boatos (2) brasil (2) C. S. Lewis (1) caminho (2) capitalismo (1) Carnaval (3) Cartas (2) cartas de Paulo (1) casamento (6) casamento homossexual (1) cds (1) Céu (1) chavões (1) Ciência e Fé (1) citações (1) CMFreak (1) coisas da alma (1) Comportamento (5) Confiança em Deus (5) confiar (1) confissão (1) conflitos (2) conforto (1) conhecimento (1) consumismo (4) contenda (3) contexto (1) controle de Deus (5) convicção (1) cordeiro (1) corrupção (1) Cosmovisão (1) Cotidiano (13) crente raimundo (2) crer (1) Criação do mundo (1) crianças (5) crime (1) cristão (8) cristianismo (5) Cristo (6) critica (1) críticas (5) Crônicas Eclesiásticas (1) cruz (4) cultura (1) cura espiritual (1) Davi (1) decepção (1) declarações falsas (1) degradação dos lares (1) democracia (1) Denúncias - Falsas doutrinas (4) dependência de Deus (4) depressão (1) desabafo (2) desafios (1) Desciclopédia (1) desejos carnais (1) desperdício (1) desprezo (2) Destaque (1) Destaques (1) destinos (2) Destruíndo a mentira (4) desviados (1) Deus (16) Devocionais (2) devocional (1) Dia das Crianças (2) diabo (1) dicotomias (1) dinheiro (1) direito animal (1) discussões (1) distorção (1) divisão (3) divórcio (1) dízimo (1) dízimos (1) doutrinas (2) download (6) droga (1) Ebooks (7) Edir Macedo (3) egoísmo (1) Eleições 2010 (2) Eliel Vieira (2) elogios (1) erros (4) escarnecedor (1) escolhas (1) Espírito (1) espiritualidade (6) estilo musical (3) estudos (4) eternidade (1) eu (3) evangelho (13) Evangelicalismo (2) Evangelismo (7) Eventos (2) exegese (1) exéquias (1) Existência de Deus (1) experiências (1) Expiação (1) expressões idiotas (1) extremismo (1) falatório (1) falsa (1) falsos apóstolos (2) Falsos profetas (6) fama e fortuna (1) família (2) fanatismo (2) farisaísmo (9) (9) feiura (2) felicidade (1) feminismo (1) festa (2) Ficha Limpa (1) fidelidade (1) filhos (1) Filosofia (2) Fofoca (7) fogueira santa (1) fome (1) forever alone (4) frases (1) fundamentalismo (6) futuro (2) Garota Cristã (1) Genizah (5) glória apenas a DEUS (4) Gospel (18) graça (5) guerra (1) Hardcore cristão (1) hebraismo (1) hedonismo (2) Heresias (10) Hermes Fernandes (2) hino (1) Hipocrisia (3) Homem (3) Homossexualidade (3) homossexualismo (1) honestidade (1) honra (1) humor (10) idéias (1) Idolatria (3) Igreja (20) igreja adormecida (11) Igreja Batista Westboro (1) Igreja não-institucional (1) Igreja Universal (1) imagens (6) imoralidade (1) ímpio (1) Internet (1) interpretações (2) intervenção (1) Intimidade (2) ironia (2) Jesus (20) João Batista (1) jornada (1) José Wellington (1) jugo desigual (1) Juízo Final (1) justiça (2) juventude (1) le penseur (5) legalismo (1) lembranças (1) letras (32) liberdade religiosa (1) LIBRAS (1) Liderança. Missões (1) líderes evangélicos (3) links (1) liturgia (1) Livre Pensamento (1) lixo (3) Lobos (1) logos (1) loucura (1) louvor (4) louvorzão (1) lutas (2) luz (1) Macumba (1) mandinga (1) manifesto (2) manipuladores (1) Marco Feliciano (2) Marketing da Fé (1) Martin Luther King (1) masturbação (2) meditação (4) meditações (7) Melhor de Deus (1) memorando (5) meninas (1) mensagem (1) Mensagens (1) mentiras (2) mercantilismo (2) metal (9) mídia (2) milha (1) ministério (1) Ministérios Jovens (1) missionários (2) missões (7) missões urbanas (4) misticismo (1) Modas (1) momentos (1) moral (1) Morte por amor (1) Movimento Underground (6) mulher (1) mundanismo (2) mundo (1) musica (1) música (40) Música para crianças (1) música ruim (4) Música secular (4) namoro (5) Não Morda a Maçã (1) natal (1) natureza (2) Necessidades Espirituais (1) Negar a fé (2) neopentecostalismo (2) neutralidade (1) Nostradamus (1) notícias (2) nova era (1) Nova geração (1) obra de Deus (2) obrigação (1) ocidente (1) ódio (1) ofertas (1) óleo santo (2) Opinião (1) oração (3) orgulho (1) paciência (1) padrão de beleza (3) pagão (1) paixão (3) palavra (2) palavras (1) para pensar (1) parábolas (1) parcialidade (1) partidarismo (1) Pascoa (1) pastor (3) pastores ladrões (4) Paulo (1) paz (1) pecado (12) pedofilia (1) pensamentos (14) pentecostalismo (1) perfeito (1) perguntas (1) perversão sexual (3) pessoas (1) planeta (1) planos (1) pobreza (1) Podcast (1) poder de Deus (1) poema (1) Poeminhas (2) Poesia (10) politica (4) política (7) ponto eletrônico (1) Pornografia (3) portas abertas (1) práticas humanas (4) preconceito (4) pregação (2) prostituição (1) protesto (1) Provérbios (1) Púlpito (1) Púlpito Cristão (3) púlpito político (6) R.R. Soares (1) rapidinha (1) razão (1) realidade (1) rebelde (1) reflexão (24) reflexões (36) Rei (1) Reino (2) rejeição (1) relacionamento amoroso (3) Relacionamentos (4) religião (2) religiões (2) religiosidade (12) Renascer em Cristo (1) Renato Vargens (2) respeito (2) Resposta dos hereges (2) reviews (1) Ricardo Gondim (2) ritmo (1) rock (2) romanos (1) rosa ungida (1) sabedoria (3) sacrifício (3) Salmos (1) salvação (2) Samuel Câmara (1) Sandro Baggio (1) santidade (7) Santificação (3) Santo (1) Sarah Sheeva (1) satanismo (4) Satanologia da Prosperidade (19) saudade (1) Secular (1) segredos (1) sentimentos (6) ser completo (1) sexo (8) Shows (3) signos (1) Silas Malafaia (8) símbolos (1) sinais (2) soberania (2) Sociedade (4) sofrimento (2) solidão (1) solteiros (1) sonhos (1) Steve Jobs (1) stress (1) subversão (1) sujeira (2) talentos (1) televangelismo (1) tempo (1) Tempo pra Deus (1) teocracia (1) Teologia (3) Teologia da Prosperidade (15) teologia relacional (1) Teoria da Conspiração (2) terapia do amor (24) terrorismo (1) Testemunhos (2) texto fora de contexto (1) trabalho (3) tradução (3) traição (3) tribos urbanas (1) tribulação (1) Twitter (1) UFC (1) unção (1) V.E.R. (2) Valdomiro Santiago (1) valores (3) ventre (1) verdade (10) verdades (5) Vício (1) vida (6) vida cristã (10) vida sentimental (34) vidas (1) Vídeo (9) Vídeos (12) vingança (1) violencia (1) vitória (1) volta de Cristo (1) vontade de Deus (5) voto consciente (2) William Lane Craig (1)